História da Feira do Plástico - Interplast
QUERO VISITAR QUERO EXPOR
TO VISIT TO EXHIBIT

História dos 20 anos da INTERPLAST



Interplast 2000 - A Primeira edição da Feira de Plásticos



As mais de 250 empresas do Brasil e do exterior foram visitadas por um público de 26 mil pessoas provenientes de todo o Brasil. Do exterior, foi registrada a presença de visitantes de 12 países, entre eles Alemanha, Áustria, Espanha, Portugal, Estados Unidos, México e de toda a América do Sul. A Interplast contou com empresas expositoras de cada segmento da cadeia produtiva de plásticos. Nos oito mil metros quadrados na Expoville estiveram presentes desde os fabricantes de máquinas, equipamentos, matérias-primas, transformadores, ferramentaria (matrizes e moldes) até serviços.

Santa Catarina foi o estado pioneiro na transformação de plásticos há 55 anos, quando houve o ingresso da primeira máquina de injeção de plásticos manual no seu território. As 200 indústrias transformadoras de material plástico do estado empregavam 19 mil pessoas e atingiram um faturamento de R$ 1,7 bilhão em 1999. Com este desempenho Santa Catarina é o segundo pólo nacional do setor, atrás apenas de São Paulo.

 
 

Interplast 2002



A Segunda edição da Interplast reuniu em 196 estandes mais de 250 empresas nacionais, do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, e internacionais da Áustria, Alemanha, Inglaterra, Dinamarca, Itália, Espanha, Nova Zelândia, Coréia do Sul, China e Estados Unidos.

Foram levantados R$ 100 milhões em negócios que serão concretizados num período de até doze meses pós-feira, R$ 10 milhões a mais do que a expectativa inicial. Um público de 25 mil pessoas, dos quais 70% formado por profissionais, provenientes de todo o Brasil – AL, AM, BA, CE, ES, GO, MA, MG, MS, PE, PR, RJ, RS, SC, SP, entre outros - visitou a Expoville durante os cinco dias da feira. Do exterior, foi registrada a presença de visitantes da Alemanha, Argentina, Cabo Verde, Chile, Coréia do Sul, Equador, Espanha, Estados Unidos, Japão, Itália, Paraguai, Portugal, Taiwan e Uruguai, entre outros.

 
 

Interplast 2004


Terceira edição da Feira e Congresso Nacional de Integração da Tecnologia do Plástico gerou negócios de R$ 115 milhões e atraiu um público de 25 mil pessoas. A Interplast 2004 - encerrou consolidada como o segundo mais importante evento da indústria do plástico nacional e o maior evento de negócios realizado em Joinville (SC).

Participaram mais de 250 empresas do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo e Rio de Janeiro . Foram levantados negócios R$ 15 milhões a mais do que a edição anterior. Um público de 25 mil pessoas, dos quais 70% formado por PA, PB, PE, PR, RJ, RS, SC, SE e SP – e de países como Angola, Argentina, Brunei, Cuba, Espanha, EUA, Itália, Irlanda, Paraguai, Suíça, Uruguai, China e Japão visitou a Expoville durante os cinco dias da feira.

 
 

Interplast 2006 em novo pavilhão


Visitação cresceu em 20%

Cerca de 30 mil pessoas passaram pelos pavilhões da Expoville durante a Interplast 2006, um aumento de 20% em relação à última edição. Com isto, a previsão é a geração de negócios na ordem de R$ 160 milhões em um ano pós-feira. A Interplast 2006 reuniu cerca de 300 empresas do país e do exterior. A feira cresceu e, com o novo pavilhão, ganhou melhor infra-estrutura.

 
 

Interplast 2008



28 mil pessoas passaram pelos pavilhões da Expoville durante a Interplast 2008, de 25 a 29 de agosto, em Joinville.
A feira deve gerar negócios na ordem de 400 milhões. Nesta edição o estade de SC passou a se tornar o melhor estado em resultado de vendas para alguns expositores.

 

Interplast 2010


Interplast torna-se principal feira do plástico da América Latina de 2010, amplia área em 12%

A sexta edição da Interplast , ocorrida entre 23 a 27 de agosto, tornou-se a maior feira do plástico em espaço ocupado e número de expositores, realizada na América Latina em 2010 e a maior da região sul desse setor. O número de expositores cresceu 25% em relação a 2008, totalizando 500 empresas. A feira ocupa uma área de 20 mil m², 12% maior que a de 2008. A Interplast tronou-se referência pelas soluções e alternativas de modernização do parque fabril da região sul e reuniu as principais empresas do mercado nacional e internacional. Além de empresas representando todos os estados brasileiros, o evento reuniu expositores de outros sete países – Alemanha, Canadá, EUA, China, Taiwan, Argentina e Turquia.

 

7ª Interplast e 1ª EuroMold Brasil confirmam sucesso de público com mais de 28 mil visitas e R$ 480 milhões em negócios



As feiras reuniram as mais recentes tecnologias para as indústrias plásticas e de moldes e receberam visitantes de 23 estados brasileiros e de outros 23 países.

Os corredores cheios e o alto nível dos produtos e novas tecnologias apresentadas pelos expositores mostraram porque a Interplastestá consolidada como a mais importante feira do segmento na América Latina em 2012. Paralelo, aconteceu a 1ª edição latino-americana da EuroMold Brasil – Feira Mundial de Construtores de Moldes e Ferramentas, Design e Desenvolvimento de Produtos – o mais importante evento de moldes do mundo, originalmente realizado em Frankfurt, na Alemanha.A estimativa é que as feiras geraram cerca de R$ 480 milhões em negócios durante seus cinco dias e nos seis meses seguintes, por conta dos contatos iniciados durante o evento. Com visitantes vindos de 23 estados brasileiros e outros 23 países, em maior número da América do Sul, seguido de EUA e Europa, o público total ultrapassou as 28 mil visitas. Profissionais da indústria do plástico foram os de maior número entre os visitantes do evento, seguido dos segmentos automotivo, eletrônica, eletroeletrônicos, eletrodomésticos, construção civil, energia, petroquímico, engenharia, transporte e logística, fundição, entre outros.

 

Interplast e EuroMold BRASIL geram R$ 500 milhões em negócios


Com sucesso de participações, visitantes muito qualificados e focados nos setores de plásticos e moldes, a Interplast e a EuroMold BRASIL fazem a diferença mais uma vez e encerram com a projeção de gerar em torno de R$ 500 milhões em negócios nos próximos meses. Nos cinco dias do evento, foram mais de 30 mil participações, com visitantes vindos de 22 estados brasileiros (Alagoas, Amapá, Amazonas, Bahia, Ceará, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia, Santa Catarina, São Paulo e Sergipe).

 

Interplast e Euromold Brasil apresentaram alta tecnologia e inovação e devem gerar mais de R$ 350 milhões em negócios

Na contramão da crise, empresas apostaram nas feiras e saem satisfeitas, com diversos negócios fechados. Durante quatro dias, de 16 a 19 de agosto, a cidade de Joinville (SC) recebeu mais de 380 marcas expositoras dos setores de plásticos, moldes e ferramentarias. As empresas apostaram na cidade e, indo contra a crise, apresentaram novas tendências e tecnologias nas feiras Interplast e Euromold Brasil. Em clima geral de satisfação entre os expositores, muitas delas fecharam negócios no próprio evento e outras aproveitaram o ambiente para iniciar contatos. Foram gerados R$ 350 milhões em negócios nos doze meses após a Interplast.

 

Interplast e EuroMold superam expectativas e devem gerar R$ 260 milhões em negócios

Feira recebe 28 mil visitantes de todas as regiões do Brasil e de outros 12 países
O clima de surpresa e satisfação foi geral entre as 400 marcas expositoras da Interplast e da EuroMold.
O número de visitantes atingiu a marca de 28 mil pessoas, vindas de 24 estados, de 683 diferentes cidades, abrangendo todas as regiões do país, com destaque para SC, PR e RS, seguido de São Paulo, dos outros estados do Sudeste e do Nordeste. Além disso, foram registrados visitantes de outros 12 países, da América do Sul, vindos da Argentina, Chile, Equador, Paraguai e Uruguai, e de outros continentes da China Espanha, EUA, Inglaterra, Itália e Tailândia. A qualidade dos visitantes está evidente no perfil identificado no evento. 13% são diretores, 10% sócios ou proprietários e 11% gerentes. A maioria veio em busca de máquinas, produtos acabados, matéria-prima, processos, ferramentas e dispositivos. 25% do público tem participação na decisão final de compras, 21% pesquisam produtos e soluções, e 15% recomendam. O segmento com maior presença foi a indústria de embalagens, engenharia, automotiva e plásticos para construção civil.

 

APOIO INSTITUCIONAL


  • abiplast-interplast
  • Fiesc-interplast
  • embanews-interplast
  • instituto-brasileiro-do-pvc-interplast
  • abipet-interplast
  • plastivida-interplast
  • instituto_nacional_do_plástico-interplast
  • THINK PLASTIC
  • abinfer
  • ABIMAQ-interplast

PARCEIROS DE MÍDIA


  • plasticos-em-revista-interplast
  • embanews-interplast
  • plastico-moderno - interplast
  • plastico-sul-interplast
  • plastico-virtual-interplast
  • plastico_industrial - interplast
  • ferramental - revista - interplast
  • plastico-nordeste-interplast
  • rei-revista-industrial-interplast
  • ARANDA EDITORA