PT EN
Quero Visitar Quero Expor

Todas Notícias Voltar

Interplast na web - fontes diversas

Publicado em 14/08/2018 - 12:02  

Thumb post image

A Notícia - Impresso (Joinville-SC)

14/08/2018 00:00:00
CLAUDIO LOETZ 

Editoria/Coluna/Seção/Autor: CLAUDIO LOETZ
Principal evento do setor plástico do Brasil, que reúne em Joinville toda a cadeia do processo produtivo - do design à produção - ,a Interplast começa nesta terça-feira. A feira terá de matéria-prima a máquinas e equipamentos. Simultaneamente, na EuroMold haverá soluções tecnológicas em ferramentais e desenvolvimento de produtos.
As duas feiras reúnem 400 marcas, em 320 estandes de fabricantes e expositores vindos do Brasil e de países da Ásia, Europa e Américas. Em três dias, a expectativa dos organizadores é de receber um público de 25 mil visitantes e criar oportunidades para gerar R$ 200 milhões de negócios iniciados no evento e consolidados em até 12 meses.
A área útil foi ampliada para o hall de acesso do pavilhão, com mais 30 estandes, totalizando 20 mil m2 de exposição. São 67 novas empresas expositoras na Interplast e 17 na EuroMold Brasil. Os expositores vêm de oito Estados, sendo 55% de São Paulo, 21% de Santa Catarina e os demais do Amazonas, Bahia, Ceará, Minas Gerais, Paraná e Rio Grande do Sul.
Incentivo à reciclagem do plástico, à implementação de tecnologias 4.0, reunião de representantes da câmara nacional dos recicladores de material plástico e rodada de negócios serão alguns dos outros assuntos tratados nos dias de evento na Expoville.
Incentivo à reciclagem de 100% do plástico
Espaço de demonstração de máquinas, equipamentos, rotinas e abordagem sobre a importância de reciclar 100% do plástico - em especial o PS e o EPS (Isopor®), além de conscientizar o público sobre a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS) é a proposta da Ilha da Reciclagem, uma novidade dessa edição da Interplast. A Ilha evidencia a reciclabilidade por meio de um processo inovador, que beneficia tanto os consumidores quanto o meio ambiente. A iniciativa busca estimular o desenvolvimento de novos projetos, investimentos e o engajamento com o tema reciclagem.
A Ilha da Reciclagem promove, também, o Fórum Economia Circular dos Plásticos, que evidencia exemplos de empresas e instituições que causaram uma transformação do plástico em benefício da sociedade. O fórum será realizado amanhã, dia 15.
Aplicações de Internet das Coisas e Indústria 4.0
A Associação Brasileira de Internet Industrial (Abii - abii.com.br), em parceria com a Messe Brasil e com o apoio da Acate Vertical Manufatura, apresentará nove aplicações ou conceitos da indústria 4.0 totalmente voltadas à indústria do plástico.
A Krona, por exemplo, demonstrará ?Os desafios da empresa na implementação das tecnologias de IIoT? e como tem sido a sua jornada digital. No Brasil, o mercado de internet industrial das coisas (IIoT, na sigla em inglês) movimentou US$ 1,35 bilhão em 2016, sendo que a indústria automotiva e manufatura foram as mais relevantes, de acordo com estudo da Frost & Sullivan. Com grande potencial de transformação, especialistas estimam que este mercado movimentará cerca de US$ 15 trilhões nos próximos 15 anos.
Congresso de Inovação Tecnológica
A capacitação dos profissionais tem espaço garantido na Interplast 2018 por meio do Cintec Plásticos - Congresso de Inovação Tecnológica. Serão 12 palestras e seis minicursos para debater inovações, tecnologias e tendências para a manufatura avançada. O CEO da Tigre, Otto von Sothen, é o palestrante convidado para a abertura do Cintec nesta terça-feira, às 19h. O executivo detalha os ?Desafios e oportunidades do mercado brasileiro mundial?.
Workshops gratuitos
A Interplast traz uma novidade para esta edição da feira com a realização de workshops gratuitos, promovidos pelos expositores, com foco nas tendências, tecnologias e inovações em produtos e serviços para o segmento. As palestras acontecem hoje e amanhã.
Rodada de negócios
Uma prática crescente nas feiras organizadas pela Messe Brasil é a realização da Rodada de Negócios, na qual compradores e vendedores sentam à mesa para negociações com preços e financiamento facilitado, ampliando as oportunidades de consolidar negócios e parcerias durante o evento. Na Rodada da Interplast e EuroMold estão confirmados os seguintes compradores: Comil (PR), Fremax (SC), Mascarello (PR), Klabin (SC), Irizar (SP), Lev Plásticos (MG), Docol (SC), Intelbras (SC), Volvo (PR), Franke (SC), Busscar (SC), Krona (SC), Termotécnica (SC), Uniplast (SC), Víqua (SC) e Blukit (SC). São aguardados 40 fornecedores, que devem possibilitar mais de 500 agendas de reuniões de negócios.
Energia
A conta de luz dos catarinenses vai ficar 13,86% mais cara a partir do dia 22 deste mês. O percentual de reajuste foi confirmado ontem pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Pesaram no aumento as altas com encargos setoriais e a pouca chuva que caiu nos últimos meses, o que encareceu a geração de energia.
Procurador da Lava-Jato faz palestra em Joinville
O Observatório Social do Brasil - Joinville trará à cidade o procurador da República Delton Dallagnol para falar sobre ações de combate à corrupção. A palestra dele, que é uma das figuras-chave nas investigações de todas as etapas da Operação Lava-jato, está marcada para 12 de setembro, no auditório da Campanha Nacional de Escolas da Comunidade (CNEC) Elias Moreira.
O evento vai ser o marco para comemorar um ano de criação do órgão da sociedade civil que objetiva avaliar ações dos poderes públicos e auxiliar no aprimoramento da transparência da gestão pública em suas diferentes esferas. O Observatório Social Brasil Joinville, liderado por Alexsandro Schu, já conta com 25 colaboradores - todos voluntários. Predominam administradores, engenheiros e contadores em seu quadro.
Três frentes
O trabalho do órgão está focado em três frentes: a primeira é a que trata do acompanhamento (presencial ou de forma eletrônica) de licitações públicas lançadas em Joinville em suas diferentes áreas, como saúde, educação e infraestrutura.
Outro trabalho desenvolvido é do acompanhamento da atuação dos vereadores no Legislativo municipal. Isso passa por coleta de informações oficiais sobre despesas e, também, sobre a efetiva produção de cada vereador em relação à proposição de projetos de lei, por exemplo. A terceira iniciativa da seccional Joinville do Observatório está ligada a uma questão essencial: a da educação fiscal. Neste caso, há parceria com a Controladoria-Geral da União (CGU) e se estimula maciça participação de estudantes no Concurso de Redação e Desenho sobre o tema, com inscrições abertas ao longo deste mês.


Feiras Industriais (São Paulo-SP)

13/08/2018 00:00:00

Ilha da Reciclagem promove Fórum Economia Circular dos Plásticos na Interplast
Exemplos de empresas e instituições que causaram uma transformação do plástico em benefício da sociedade podem ser apreciados no Fórum Economia Circular dos Plásticos, promovido pela Ilha da Reciclagem, durante a Interplast, em Joinville, SC. O Fórum será realizado no dia 15 de agosto, a partir das 15h com o case ?Tampinha Legal?, apresentado pela coordenadora Simara Souza.
O Tampinha Legal (www.tampinhalegal.com.br) é o maior programa socioambiental de caráter educativo de iniciativa da indústria de transformação do plástico na América Latina. Propõe ações modificadoras de comportamento de massa através do fomento de coletas de tampas de plástico. As entidades assistenciais cadastradas no programa recebem 100% dos recursos obtidos com a venda do material. O Tampinha Legal busca a melhor valorização de mercado, ao mesmo em que mobiliza a sociedade a dar o destino adequado aos resíduos plásticos. O programa terá um estande com vídeos, protótipos de andadores infantis de praia, confeccionados em diversos materiais.
A programação do Fórum Economia Circular do Plástico terá às 16h, a apresentação do ?Case Santa Luzia: do Lixo ao Luxo?, apresentado por Stéphanny Niehues Wiggers, engenheira de materiais.
Às 17h, Regina Célia Zimmermann da Fonseca, diretora de operações apresenta o ?Programa Reciclar EPS, a Economia Circular na Prática?. Antecipando-se à PNRS (Política Nacional de Resíduos Sólidos), desde 2007, a Termotécnica desenvolve o Programa Reciclar EPS, que disponibiliza unidades de reciclagem em várias regiões do Brasil. O Programa registra números expressivos. As 35 mil toneladas de EPS recicladas pela empresa, correspondem a 1/3 de todo o isopor® reciclado no país. Com mais de mil pontos de coleta, o Programa conta com cerca de 300 cooperativas envolvidas, gera cerca de 100 empregos diretos e beneficia mais de 5mil famílias. Os pontos de entrega voluntária estão disponíveis no site www.reciclareps.com.br
A programação encerra às 18h com o tema ?A ABIPLAST e a imagem do plástico?, apresentado por Paulo Teixeira, diretor superintendente da entidade.
Sobre a Ilha da Reciclagem
A Ilha da Reciclagem é um espaço de demonstração de máquinas, equipamentos e rotinas, e abordagem sobre a importância de reciclar 100% do plástico - em especial o PS e o EPS (isopor®), além de conscientizar o público sobre a PNRS - Política Nacional de Resíduos Sólidos. A Ilha evidencia a reciclabilidade por meio de um processo inovador que beneficia tanto os consumidores quanto o meio ambiente. A iniciativa busca estimular o desenvolvimento de novos projetos, investimentos e o engajamento com o tema reciclagem. Evento simultâneo a Interplast, a Ilha da Reciclagem é um realização da Termotécnica, com patrocínio da Unigel, Santa Luzia, Tampinha Legal e conta com o apoio da Abiplast, Simpesc, Crisaf e Tria Plastics.
Serviço
Interplast - Feira e Congresso da Integração da Tecnologia do Plástico
EuroMold - Feira Mundial de Construtores de Moldes e Ferramentarias, Design e Desenvolvimento de Produtos
Data: de 14 a 17 agosto de 2018
Horário: 14h às 21h
Local: Expoville - Joinville/SC - Brasil
Organização: Messe Brasil
Credenciamento de visitantes: www.interplast.com.br
Fórum Economia Circular dos Plásticos: 15 de agosto, das 15h às 19h, na sala Margarida
"Fonte Assessoria de Imprensa"


Jornal Evolução (São Bento do Sul-SC)

14/08/2018 00:00:00

Orquestra Prelúdio
Orquestra Prelúdio
Orquestra Prelúdio em ação, com o maestro Rafael Daniel Huch
A Orquestra Prelúdio estreia, no próximo domingo (19), às 10h30, na Sociedade Cultural Lírica de Joinville, a sua nova temporada, com o Concerto Mestres do Barroco. O evento contará com a participação especial do Vox Camerata, coro profissional da cidade de Joinville, além das solistas sopranos Ester Martins e Karla Huch. Acesso gratuito e apoio da Prefeitura pelo SIMDEC. O maestro da Orquestra, Rafael Daniel Huch, explica que o período barroco é um dos mais importantes na música ocidental. O concerto ?Mestres do Barroco? estabelece a Orquestra Prelúdio como referência na música erudita de Joinville e do estado de Santa Catarina.
Interplast e EuroMold
De 14 a 17 de agosto, a cadeia da indústria plástica e os profissionais do segmento se reúnem em Joinville para a Interplast - Feira e Congresso da Integração da Tecnologia do Plástico, e a EuroMold - Feira Mundial de Construtores de Moldes e Ferramentarias, Design e Desenvolvimento de Produtos. As feiras reúnem 400 marcas, em 320 estandes, com expositores do Brasil, Ásia, Europa e outros países das Américas, com a expectativa de receber um público de 25 mil visitantes e de criar oportunidades para gerar R$ 200 milhões de negócios, iniciados no evento e consolidados em até 12 meses.
Festival Gastronômico
De 8 a 29 de agosto acontece em Joinville a 15ª edição do Festival Gastronômico com a participação de 20 restaurantes que oferecem pratos especialmente criados para o período. Um dos participantes é o restaurante do Holz Hotel, próximo a Expoville. Saiba mais em: www.holzhotel.com.br e no site: www.cdljoinville.com.br.
Estação Natureza
Durante os meses de agosto e setembro, a Estação Natureza Pantanal apresenta a importância e a tradição do uso medicinal de plantas pantaneiras. A mostra ?Essência Natural: A flora na vida dos pantaneiros?, promovida pela Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza, traz dezenas de espécies usadas historicamente pelo povo da região do Pantanal para preparar receitas caseiras que são passadas por gerações. Em duas salas, a exposição traz mudas de plantas cultivadas em vasos recicláveis, como botinas velhas, latas e garrafas pet. Entre as plantas estão alecrim, espinheira santa, boldo, citronela e hortelã. Na sequência, fotografias cedidas pela Comissão Pastoral da Terra e vídeos mostram outras espécies da região. A exposição segue até o dia 28 de setembro e está aberta para turistas e moradores da região.
Isso é muito mal
O setor de turismo no país melhorou seus índices, dando mostras de recuperação no primeiro semestre de 2018, em comparação ao mesmo período de 2017. Mas apesar desse crescimento, a indústria nacional de hotéis no país vem enfrentando, desde o final da Copa do Mundo, baixas consideráveis no valor de sua diária média, numa tentativa de manter as taxas de ocupação num nível operacional. Levantamento da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis - ABIH Nacional, realizado nas 12 cidades que sediaram os jogos da Copa, registrou o fechamento de pelo menos 90 unidades hoteleiras, em oito capitais das doze cidades-sede, desde o final da competição. Só no Rio de Janeiro, 13 hotéis findaram suas operações. Em Belo Horizonte, o número chega a 23 e em Porto Alegre a 16. Em Curitiba houve o fechamento de três hotéis; em Salvador 21; Manaus 04; Cuiabá 7 e, em Brasília, dois não chegaram sequer a funcionar. Para Manoel Linhares, presidente da ABIH Nacional, a alta carga tributária, somada à falta de políticas de incentivos e de divulgação dos destinos, a ausência de regulamentação dos aplicativos de reservas de hospedagem em residências, além dos níveis críticos na área de segurança e da crônica falta de infraestrutura do país, aliadas a uma malha aérea cara e segmentada, são alguns fatores que determinam a dificuldade de expansão do setor turístico no país. Hoje o Brasil investe US$ 16 milhões na divulgação de seus destinos, enquanto o México investe US$ 490 milhões, a Colômbia US$ 100 milhões e o Equador US$ 90 milhões. A Copa do Mundo no Brasil deu o que falar... e o que perder!
Europa a baixo custo
Há também notícias boas. Finalmente é possível voar a Europa por valor menor. Uma empresa aérea de baixo custo, a Norwegian Air, está autorizada a operar no Brasil. Em publicação no Diário Oficial da União do dia 8 de agosto, a Agência Nacional de Aviação Civil liberou a companhia norueguesa com base no Reino Unido para fazer o transporte aéreo internacional regular de passageiros, carga e mala postal no Brasil. O próximo passo é o registro das rotas e a comercialização das passagens.


Moldes Injeção Plásticos (Valinhos-SP)

13/08/2018 22:59:14

FIRJAN LEVA EMPRESAS FLUMINENSES PARA INTERPLAST
Editoria/Coluna/Seção/Autor: ansergio

Firjan leva empresas fluminenses para a Interplast
A Firjan promove nesta semana a Missão Nacional do Plástico, retornando com nove empresas fluminenses do setor à Interplast, que começa nesta terça-feira (14/8) em Joinville (SC). Além de conhecer as novidades do mercado, os empresários terão oportunidades de participar de encontro de negócios na feira.
Em parceria com o Simperj (Sindicato da Indústria de Material Plástico do Estado do Rio de Janeiro), a missão técnica visitará as indústrias catarinenses Tigre, Termotécnica e Cristal Master, além do Instituto SENAI de Inovação em Sistemas de Manufatura, também em Joinville. Integram a comitiva fluminense, as empresas Bauen, Nova A3, Artmed, MMS, UF Embalagens, Zarzur, Wer, Plastlab e FL Produtos.
?A missão nacional é uma oportunidade para os empresários do Rio conhecerem as tendências e as novidades do mercado do Plástico, além de inovações promovidas pelas empresas do setor em outros estados. Participar da Interplast também é muito importante, pois é um momento de network e promoção de negócios?, destaca Elaine Silva, especialista em Desenvolvimento Setorial da Firjan. (Fonte: assessoria de Imprensa Firjan)
Joinville recebe os principais eventos do setor plástico da América Latina
De 14 a 17 de agosto, a cadeia da indústria plástica e os profissionais do segmento se reúnem em Joinville para a Interplast - Feira e Congresso da Integração da Tecnologia do Plástico, e a EuroMold - Feira Mundial de Construtores de Moldes e Ferramentarias, Design e Desenvolvimento de Produtos. As feiras reúnem 400 marcas, em 320 estandes, com expositores do Brasil, Ásia, Europa e outros países das Américas, com a expectativa de receber um público de 25 mil visitantes e de criar oportunidades para gerar R$ 200 milhões de negócios, iniciados no evento e consolidados em até 12 meses.
Comparado a edição de 2016, a área útil foi ampliada para o hall de acesso do pavilhão, com mais 30 estandes, totalizando 20 mil m² de exposição. São 67 novas empresas expositoras na Interplast e 17 na EuroMold Brasil. Os expositores vêm de oito diferentes estados, sendo 55% de SP, 21% de SC, e os demais do AM, BA, CE, MG, PR e RS.
Veja mais sobre produtos e expositores
As estrelas do evento são as empresas expositoras que darão brilho com novidade e inovações em tecnologias, com lançamentos de produtos e soluções que facilitam os meios de produção. O Moldes Injeção Plásticos parabeniza os participantes e destaca algumas delas e suas novidades.
SK Usinagem destaca suas soluções em componentes usinados
A SK Usinagem destaca na Interplast as suas soluções em componentes usinados desenvolvidos sob medida para as necessidades do cliente. Os componentes são projetados sob demanda e completam o produto final do cliente. Entre os produtos disponíveis encontramos pinos, buchas, porcas, insertos, tampão,porcas calota, niple, eixo, haste de bóia, injetor de gás, parafuso sanitário. Entre os segmentos atendidos destacam-se linha branca, acessórios náuticos, acessórios para jardinagem, injeção de plásticos, eletroeletrônicos, pneumáticos e hidráulicos, insertos para borracha, fibra e plástico, entre outros.
Há 14 anos no mercado, a SK Usinagem é uma empresa familiar que emprega no atendimento ao cliente o seu principal diferencial, entendendo a necessidade e desenvolvendo sob medida a demanda solicitada. A empresa nasceu e cresceu dedicada a prestar serviços de usinagem técnica, fabricando peças e dispositivos para diversos segmentos da indústria. A partir de 2008, atendendo a necessidade de alguns clientes passou a trabalhar também com usinagem seriada de pequenos componentes, por meio de tornos automáticos.
Com experiência e credibilidade de mercado a área de usinagem seriada foi crescendo. Em 2015, a empresa passou a concentrar suas atividades apenas na usinagem seriada, seguindo uma tendência de mercado. ?Uma coisa muito importante que nunca mudou na SK Usinagem é que ela continua sendo uma empresa familiar unida, e atenta a expansão de tecnologia e qualidade?, destaca Vanderlei Senábio, diretor da SHK Usinagem.
Wefem expõe linha de extrusão com tecnologia para processar materiais leves e flexíveis
A linha de extrusão composta por: esteira, moinho e extrusora recicladora 90 mm é o destaque da Wefem em seu estande na Interplast. A linha foi projetada para extrudar aparas de materiais pós-indústria ou pós-consumo e tem a capacidade técnica de processar materiais leves e flexíveis, dispensando a utilização do aglutinador. Com esta tecnologia, é possível atender empresas que processam aparas ou fabricam produtos provenientes de ráfia, stretch, PE flexível, PP, TNT e outros.
Além de atenderem as normas NR10, 12 e 17, todos os produtos fabricados na Wefem Extrusoras, têm uma tecnologia voltada a durabilidade, baixa manutenção e baixo consumo de energia. A tecnologia diferenciada na extrusora é o conjunto de ?Alimentação Forçada?. Este sistema projetado pela Wefem, permite uma eficaz introdução de materiais flexíveis sob compressão, para dentro da rosca principal da extrusora. O sistema ?Corte na Cabeça?, que também é uma tecnologia diferenciada da empresa, permite uma técnica de granulação aprimorada e simplificada, gerando grãos cilíndricos com formatos idênticos aos grãos virgens.
Os projetos Wefem estão voltados à redução de energia durante o processo de reciclagem. ?Esta é uma preocupação que temos ao projetarmos as máquinas. Com isso, ajudamos os recicladores reduzirem seus custos de energia, que é uma colaboração indiretamente ao meio ambiente?, destaca Fernando Paixão, sócio proprietário da empresa.
A Wefem Extrusoras é uma empresa de médio porte que atende os mercados de reciclagem e de empresas fabricantes de produtos plásticos. As linhas de produtos abrangem moinhos de facas, schredder, moinhos descaracterizadores, trituradores e especialmente, extrusoras recicladoras projetadas para atender diversos tipos de polímeros. A participação na Interplast está focada em divulgar os equipamentos na região sul do país e ampliar a rede de contatos dentro do segmento em que atua. ?Nosso maior desafio é mostrar que é possível, no ramo de reciclagem, projetar e fabricar máquinas com alta tecnologia?, enfatiza Paixão.
Fastparts apresenta tecnologia inglesa para molde de silicone aplicado a produção de peças de pequenos lotes
A Fastparts leva para a EuroMold Brasil a novidade para desenvolvimento de molde de silicone para injeção de peças de pequenos lotes, de até 50 peças. A novidade conhecida como Vacuum Casting vem da Inglaterra, considerado o berço de inovação em tecnologias de prototipagem. O molde de silicone é ideal para reprodução de pequenos lotes com injeção de material polimérico modificado para simular vários matérias de engenharia, dispondo de variedades de especificações e possibilidade de se uso como material final em demandas de baixa escala.
A empresa conta também, com as mais inovadoras tecnologias de impressão 3D para reprodução de protótipos funcionais. O processo de Sinterização a Laser é aplicado a materiais como Poliamida, muito comum no segmento de engenharia, FDM (Fusão e Deposição de Material) para ABS plástico, utilizado em diversos segmentos como eletrodoméstico e automotivo, e SLA para as mais diversas resinas acrílicas que simulam diversos materiais de engenharia. ?Com o avanço das impressão 3D na maioria dos casos solicitado ao cliente não há mais necessidade de usar um bloco de material e fazer os protótipos. Estas tecnologias trabalham com adição de material isto é uma redução de desperdício de material e redução de consumo de energia?, explica Jesse Silva, diretor comercial da empresa.
A Fastparts dispõe de ampla gama de atividades para suprir as necessidades do cliente. O Centro de Usinagem CNC para resinas, ligas e metais. A Engenharia Reversa tem capacidade de partir de uma peça existente, fazer o modelo 3D e elaborar os controles dimensionais. O Rapid Tooling desenvolve moldes para injeção de polímeros com pressão e temperatura conforme data sheet. O Vacuum Casting destina-se a lotes de peças em resina polimérica modificada que simula os mais diversos plásticos de engenharia, utilizados em laboratórios, Imetro e clínicas. O Mock-up utiliza conceitos volumétricos de produtos tanta para análise visual como clínica com um refinado acabamento superficial, fazendo uso de diferentes tecnologias. A Impressão 3Ds com variadas tecnologias, permite oferecer ao cliente a solução mais indicada para o seu protótipo.
A empresa atende mercados que utilizam tecnologia de ponta como automotivo, eletrodomésticos, equipamento médicos, naval, aeroespacial, moda e as demandas de tecnologias da industria 4.0. Com duas décadas de atendimento de Prototipos, A Fastparts conta com uma equipe de colaboradores altamente qualificada e pronta para os desafios que o negócio do cliente demanda. A atualização do parque fabril é permanente aliado ao treinamento contínuo dos colaboradores. A unidade da empresa está localizada em Joinville, além de representantes no Rio Grande do Sul, Minas Gerais, São Paulo e Paraná.
Asper expõe extrusora da Grace Machinery
A Asper Serviços representante da Grace Machinery expõe extrusora com capacidade de incorporação de altos teores de cargas com excelente plastificação na Interplast. A extrusora é voltada para a fabricação de tubos, perfis, telhas e madeira plástica e conta com diferencial de eficiência energética, reduzindo o consumo desse recurso.
A Grace Machinery é uma fabricante de sistemas de extrusão para PVC e PE, onde atende os mercados de tubos de PEAD de 20 a 1600mm, tubos de PVC de 20 a 1000mm, perfis, telhas coloniais, plan e tipo onda, e forros. Dispõe de linhas de lavagem para PE/PP e Pet de 300 a 500 kg/h, extrusoras para reciclagem de PP/PE/PS, acessórios como moinhos, micronizadores, shredders, alimentadores, misturadores e detectores de metais.
A fabricante chinesa tem presença em mais de 80 países. Conta com modernas fábricas e equipe de desenvolvimento qualificada para atender e desenvolver projetos inovadores para as necessidade dos clientes.
Multi-União expõe máquina extrusora
Especializada em soluções para termoplásticos, a Multi-União expõe na Interplast a extrusora 35MM para produção de perfis, revestimento de fios e cabos, tubos, corrugados, mangueiras, haste de cotonete, entre outros produtos. Dispõe de regulagem de altura o que permite ser acoplada à outro máquina, desempenhando funções de coextrusora. As extrusoras podem ser desenvolvidas sob encomenda para atender as necessidades dos clientes.
A Multi-União fabrica máquinas extrusoras de 20mm a 150mm, com geometria de rosca própria, para a matéria-prima processada, garantindo excelente desempenho do equipamento. Contam com tecnologia de ponta de acionamento por inversor de frequência, painel de comando com equipamentos modernos de alta precisão, resfriamento por moto-ventiladores, capas térmicas de aço inoxidável com isolante térmico, caixa de rolamentos acoplada ao redutor.
Atua também com o desenvolvimento de roscas, cilindros e acessórios para cada modelo de máquina extrusora, injetora e sopradora. As roscas são avaliadas por especialistas e podem ser desenvolvidas com revestimento de liga bimetálica nos filetes, garantindo maior durabilidade e resistência quando há abrasividade do material a ser processado. Os cilindros e roscas são desenvolvidos com geometria apropriada para o aumento da produtividade em processamento de polietileno de alta densidade (PEAD), polietileno de baixa densidade (PEBD), polipropileno, polietileno tereftalato (PET), poliamida (PA), policloreto de vinila (PVC), poliestireno (PS), poliuretano (PU), entre outros polímeros.
Conta ainda com tecnologia de ponta e profissionais capacitados para recuperação de cilindros, roscas e acessórios com qualidade e eficiência para todos os segmentos plásticos. A Multi-União desenvolve os processos de fabricação e recondicionamento utilizando geometria própria, o que garante aumento de qualidade e produtividade aos processos. Os clientes recebem ainda o apoio do departamento de engenharia em processos de fabricação e resolução de problemas rotineiros.
Sediada em Nova Odessa, SP, a Multi-União é referência no desenvolvimento de soluções para a indústria de transformação de resinas plásticas, na automação de processos e equipamentos desenvolvidos sob medida. Possui estrutura com equipamentos de última geração e profissionais qualificados e experientes no setor. Atende um mercado exigente oferecendo produtos em conformidade com as normas de qualidade, todos produzidos com matéria-prima certificada.
Cemas do Brasil em parceria com a Extol Inc. lançam solução inovadora InfraStake para soldas em plásticos
O processo inovador e inédito de remanche infravermelho InfraStake, patenteado e projetado Extol Inc. e trazido ao país em parceria com a Cemas do Brasil, empresa italiana especializada em processos de soldagem, é a novidade que será lançada na Interplast. A solução é um tipo de remanche plástico sem contato, que pode ser considerada uma alternativa à tecnologia de remanche ultrassônica. Esse processo de baixo impacto tem ampla variedade de aplicações potenciais que vão de montagens PCB altamente sensíveis e dispositivos médicos delicados a grandes componentes de acabamento interior automotivo e iluminação LED.
O remanche de plásticos é um método que une componentes em conjunto por meio de punção para reter mecanicamente um componente de acoplamento. O calor é aplicado ao pino, suavizando-o e a punção é usada para remodelar o material em uma tampa ou remanche. A luz infravermelha como fonte de energia e a capacidade de controle do ambiente em torno do pino plástico, faz com que o InfraStake seja uma alternativa efetiva às tecnologias de remanche convencionais.
As opções de uso dessa tecnologia vão desde máquinas padrão até as de montagem personalizadas, além de oferecer um pacote abrangente de componentes e acessórios InfraStake para clientes que criam equipamentos de montagem internos e integradores de equipamentos/construtores de máquinas.
Os módulos InfraStake são projetados para pisar as partes durante o processo de remanche e funcionam como pisadores em cada ponte de remanche com pressão independente para garantir que o conjunto esteja totalmente unido. A união perfeita significa ausência de zumbidos, chiados ou qualquer barulho. Como não usa calor excessivo ou vibração, o InfraStake reduz consideravelmente o risco de marcação na superfície A.
Em relação ao remanche ultrasônico, o InfraStake é mais rentável e as fontes de energia utilizadas são mais baratas, alimentando até quatro módulos. Ele aquece o pino plástico para um estado semifundido antes do remanche o que permite o material fluir quando é formado e reduz qualquer estresse interno que possa ocorrer. A solução conta ainda com um software que monitora variáveis do processo para garantir um remanche de qualidade.
A Cemas Elettra é uma das maiores empresas europeias em seu segmento e responsável por projetar e desenvolver equipamentos altamente complexos como painéis de instrumentos, lanternas traseiras para carros e motos, para-choques de qualquer dimensão e linhas de produção automatizadas para tambores de máquinas de lavar. A empresa conta com cinco plantas produtivas localizadas na Itália, Brasil, Alemanha, Turquia e México, e escritórios comerciais na Rússia, França, Espanha, Reino Unido e Polônia. Na China dispõe de uma workshop e showroom e nos EUA e Canadá distribuidores.
A Cemas atua em todo o ciclo de produção, desde o início do projeto até a instalação final de componentes complexos. Utiliza a mais eficiente tecnologia de soldagem por meio da customização de toda a gama de máquinas e ferramentas. A empresa atende os segmentos automotivo, médico, eletrodomésticos, embalagens, mobiliário, energia, brinquedos e eletrônico. Além disso, é representante exclusiva da Extol Inc. no mercado brasileiro.
Cimacad lança versão Cimatron 14 do software integrado para ferramentarias
O versão Cimatron 14 da Cimacad possui soluções completas para atender as principais áreas de ferramentarias e usinagem e fará o lançamento na EuroMold Brasil. Dispõe de módulos que se complementam desde o orçamento, pré-projetos, projetos completos incluindo bibliotecas de peças, programação de máquinas CNC de 3 a 5 eixos, módulos de extração de eletrodos e vários outros benefícios para os clientes com relação à velocidade e ganho de produtividade.
Os principais módulos disponíveis são:
Design Solution - ferramenta para moldelamentos 2D, 3D e montagens, que dispõe de sistema de modelagem híbrida para trabalhar facilmente com peças sólidas ou em superfície. É possível executar qualquer geometria e toda a árvore de construção pode ser editada a qualquer momento. O 2D e montagem é totalmente paramétrico com o arquivo principal e qualquer alteração no produto pode ser atualizada no 2D e na montagem.
NC Solution - ferramenta de programação de usinagem de máquinas CNC de 2,5 a 5 eixos. São mais de 50 estratégias já aplicadas no mercado e usinagens mais otimizadas com melhor acabamento.
Master Solution - contempla os dois módulos anteriores em uma única extação de trabalho, possui a licença para os modelamentos e programação de usinagens.
Quick Eletrodo - módulo focado para empresas que querem velocidade na extração de eletrodos. Contempla funções instantâneas que sacam o eletrodo em minutos e geram o plano de queima automaticamente.
Molde Design - módulo específico para projetistas para o desenvolvimento de projetos. Entre as vantagens estão as ferramentas inteligentes de inserção de componentes, onde já são cortadas as contra-peças. Possibilidade de inserir porta-moldes padrões, funções próprias para criar canais de injeção, refrigeração, inserir extratores e componentes de moldes como insertos, mandíbulas e gavetas.
Die Design - criado em conjunto com clientes focados em ferramentas de repuxo e estampos, destina-se aos projetos de ferramentas. Dispõe de ferramentas de análise e padrões de mercado, o que reduz em até 30% o tempo de projetos.
QuickSplit - módulo dedicado a divisão de macho e cavidades do molde, isso feito rapidamente com poucos cliques. Nesse módulo é criado a linha de fechamento do molde e tambem as superfícies de fechamento.
Quick Compare - módulo que avalia os arquivos e encontra diferenças rápidas entre peças, possibilitando alterações, inclusive na etapa de montagem por meio de sistema automatizado.
Cimatron E - projetado para atuar em engenharia simultânea (multiusuário ou único usuário), trabalha com os princípio de automação flexível, fornecendo uma grande variedade de recursos automatizados, assegurando o controle total ao usuário.
Com sede em Joinville, SC, a Cimacad é especializada em CAD/CAM com foco em criar soluções e inovações para seus clientes de ferramentarias e usinagem. Desenvolve as soluções baseadas nas necessidades dos clientes, com diferenciais de atendimento, suporte, treinamento e serviços.
Artis Matriz expõe solução para moldes de injeção com auxílio de um robô que amplia a eficiência na produção
Especializada no desenvolvimento de moldes de injeção de termoplásticos, a Artis Matriz aproveita a EuroMold Brasil para divulgar a parceria firmada com a empresa americana R&D Leverage especializada no desenvolvimento de embalagens e na fabricação de moldes de injeção de pré-formas em PET e PP com auxílio do robô (take off plate) com três estágios para otimizar o tempo de resfriamento, aumentando a eficiência do molde e consequentemente, reduzindo o consumo de energia.
Sempre em busca de novas tecnologias e soluções para atender as necessidades de cada mercado, acredita que mantendo o foco em mercados específicos, pode-se alcançar a excelência que cada mercado requer.
Os moldes de injeção de termoplásticos da Artis Matriz atendem aos mercados:
Cosmésticos: atuadores e tampas com grande especialização em molde para injeção de materiais como Surlyn, PCTA, PETG, PP, PEAD.
Alimentos: tampas e sobre tampas com encaixe (Snap On) e ou com desrosqueamento para potes e frascos.
Cuidados pessoais - tampas flip top com (IMC - In-Mold Closing) e para frascos, bisnagas e potes e escovas de dentes com Bi-Injeção para materiais como PP + TPE.
Peças médicas e odontológicas com alta cavitação.
Peças técnicas como engrenagens, eletroeletrônicos e automotivos.
As principais atividades da Artis Matriz incluem projeto e confecção de moldes de injeção, ferramentas para estamparia (corte e dobra), além de serviços de usinagem e fabricação de peças de reposição. Os projetos são desenvolvidos em estações de CAD 3D, onde profissionais especializados utilizam o software Solid Works, além de uma estação dedicada para a realização de análises por meio de software Moldflow by Autodesk
Conta com profissionais especializados com ampla experiência na fabricação de moldes e ferramentas além de, ambiente planejado para execução destas atividades. O ferramental é executado com acabamento retificado tanto em superfícies planas como cilíndricas, proporcionando elevado padrão de qualidade. Os eletrodos e cavidades passam por rigorosa avaliação em máquinas tridimensionais e microscópios com ampliação de até 460 vezes, assegurando a execução dentro dos padrões de qualidade.
Como referência no setor a Artis Matriz vêm desde 1991 comprometida em atender seus clientes utilizando as mais modernas tecnologias na fabricação de moldes e matrizes; o comprometimento de seus colaboradores em busca da excelência e qualidade nos projetos executados trazem grande segurança aos clientes. Localizada na cidade de Campo Largo na região metropolitana de Curitiba - PR, atende clientes do mercado interno e externo como América do Norte, América Latina e Europa.
Uway expõe linhas de extrusão e compostos
Representante de conceituadas empresas de equipamentos industriais do segmento plástico, a Implastic traz sua parceira UWAY para a Interplast, mostrando linhas de extrusão de chapas e de compostos. A UWAY Extrusion se destaca pela fabricação de linhas para altos volumes. As máquinas, totalmente automatizadas, são fabricadas sob encomenda para fabricar chapas, filmes e pellets com baixo custo e alta qualidade. Fabricadas na China com tecnologia americana, são equipadas para produzir várias estruturas únicas, compondo chapas com materiais expandidos ou alveolares. Os materiais expansíveis da UWAY inovam na preservação do meio ambiente usando CO2 como agente expansor em lugar de Butano ou Pentano.
A Implastic dispõe também de linhas de extrusão para filmes stretch, CCP, fralda e BGB, bombas de engrenagem , troca-telas, pelletizadores, jet cleaners, equipamentos de medição de espessura, gramatura e controle, equipamentos de inspeção da produção por câmeras, impressoras offset e digitais, sistemas de cura por feixe de elétrons (EB) e equipamentos de cura por UV.
Outras marcas representadas pela Implastic são Colines, Fusion UV, Heraeus, NDC, Nordson, Kase Equipment, PCT e Dr. Schenk, possibilitando oferecer soluções completas para produção, redução de custos e controle de qualidade. O renome internacional das representadas garante alta performance e possibilidade de oferecer aos clientes os melhores equipamentos para cada projeto ou necessidade.
AE3D de Valinhos/SP lança impressora por resina líquida e Scanner 3D
A EuroMold Brasil será o ambiente de lançamento da impressora AE3D SLA para impressão por resina líquida e o Scanner 3D. A impressora SLA é ideal para impressão de peças com altíssimo nível de detalhamento como as de joalheria, por exemplo. Proporciona acabamento superficial extremante liso sem marcas de camadas como nos processos convencionais de impressão. A linha de impressoras 3D por filamento e por resina líquida são de fabricação nacional e contam com projeto robusto e preciso, e estão voltadas ao atendimento da indústria. As impressoras diferenciam-se pelo baixo consumo de energia elétrica 250W e o processo de impressão permite a fabricação de modelos sem geração de resíduos ou sobras. Podem ser utilizados materiais biodegradáveis (PLA) para a impressão das peças.
A empresa dispõe também o software Simplify3D® que fornece controle completo sobre as configurações de impressão, simplificando a criação de impressões 3D de alta qualidade. O software é um dos programas de fatiamento mais famosos do mundo atualmente, e o seu uso em conjunto com as impressoras AE3D proporciona a melhor experiência no mundo 3D. A instalação é fácil permitindo o rápido início dos trabalhos utilizando as configurações originais da AE3D, conta com assistentes para descobrir novas e poderosas técnicas e está disponível em vários idiomas. O Simplify3D® Software é o mais rápido fatiador para impressora 3D e dispõe de algoritmos de alto desempenho. A ferramenta de suporte permite a adição de suportes na posição necessária, controle de tamanho e densidade para otimizar uso de material e tempo de impressão, conta com suportes de fácil remoção sem danificar o produto final e possibilidade de impressão de suportes solúveis nas máquinas equipadas com cabeçote duplo. É possível as sistir a animação detalhada da impressão da peça linha a linha ou camada a camada. Utilizando o modo pré-visualização é possível prever falhas e modificá-los antes da impressão, além de estimar tempo, custo e uso de material antes da impressão. Para impressão no modo duplo cabeçote basta utilizar a configuração rápida para ajustar os parâmetros de impressão 3D e criar barreiras ou pilares para limpeza dos bicos. Para a impressão de múltiplas peças simultaneamente basta otimizar a área útil da mesa, utilizar as diferentes configurações para cada peça ou grupo de peças e as diversas configurações em um mesmo modelo para otimizar ao máximo a impressão 3D.
Ao comprar a máquina o cliente recebe um treinamento completo sobre como operar a máquina e um curso sobre como programar as impressões no Simplify3D® Software. Nesse curso também serão explicados quais são os principais desafios ao programar e imprimir as diversas geometrias de peças e diferentes materiais e como evitar problemas. Ao comprar uma das impressoras FDM (por filamento) o cliente recebe uma licença vitalícia do software Simplify3D.
Com sede em Valinhos/SP, a AE3D é uma empresa nacional, fabricante de equipamentos para impressão 3D, com mais de quatro anos de presença no mercado, fornecendo soluções para grandes indústrias dos mais variados segmentos, em todo o território nacional. Na EuroMold Brasil foca em novos contatos e divulgação da marca na região sul do país. Espera superar o resultado alcançados em feiras anteriores, considerando ser um mercado alvo e com volume de visitação.
Interplast - Feira e Congresso da Integração da Tecnologia do Plástico
EuroMold - Feira Mundial de Construtores de Moldes e Ferramentarias, Design e Desenvolvimento de Produtos
Data: de 14 a 17 agosto de 2018
Horário: 14h às 21h


NSC Total (Florianópolis e Joinville-SC)

13/08/2018 21:19:00

Evento da indústria plástica, Interplast 2018 projeta movimentar R$ 200 milhões


Principal evento do setor plástico do Brasil, que reúne em Joinville toda a cadeia do processo produtivo - do design à produção - ,a Interplast começa nesta terça-feira. A feira terá de matéria-prima a máquinas e equipamentos. Simultaneamente, na EuroMold haverá soluções tecnológicas em ferramentais e desenvolvimento de produtos.
As duas feiras reúnem 400 marcas, em 320 estandes de fabricantes e expositores vindos do Brasil e de países da Ásia, Europa e Américas. Em três dias, a expectativa dos organizadores é de receber um público de 25 mil visitantes e criar oportunidades para gerar R$ 200 milhões de negócios iniciados no evento e consolidados em até 12 meses.
A área útil foi ampliada para o hall de acesso do pavilhão, com mais 30 estandes, totalizando 20 mil m2 de exposição. São 67 novas empresas expositoras na Interplast e 17 na EuroMold Brasil. Os expositores vêm de oito Estados, sendo 55% de São Paulo, 21% de Santa Catarina e os demais do Amazonas, Bahia, Ceará, Minas Gerais, Paraná e Rio Grande do Sul.
Incentivo à reciclagem do plástico, à implementação de tecnologias 4.0, reunião de representantes da câmara nacional dos recicladores de material plástico e rodada de negócios serão alguns dos outros assuntos tratados nos dias de evento na Expoville.
Confira também as publicações de Estela Benetti?
Incentivo à reciclagem de 100% do plástico
Espaço de demonstração de máquinas, equipamentos, rotinas e abordagem sobre a importância de reciclar 100% do plástico - em especial o PS e o EPS (Isopor®), além de conscientizar o público sobre a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS) é a proposta da Ilha da Reciclagem, uma novidade dessa edição da Interplast. A Ilha evidencia a reciclabilidade por meio de um processo inovador, que beneficia tanto os consumidores quanto o meio ambiente. A iniciativa busca estimular o desenvolvimento de novos projetos, investimentos e o engajamento com o tema reciclagem.
A Ilha da Reciclagem promove, também, o Fórum Economia Circular dos Plásticos, que evidencia exemplos de empresas e instituições que causaram uma transformação do plástico em benefício da sociedade. O fórum será realizado amanhã, dia 15.
Aplicações de internet das coisas e indústria 4.0
A Associação Brasileira de Internet Industrial (Abii - abii.com.br), em parceria com a Messe Brasil e com o apoio da Acate Vertical Manufatura, apresentará nove aplicações ou conceitos da indústria 4.0 totalmente voltadas à indústria do plástico.
A Krona, por exemplo, demonstrará ?Os desafios da empresa na implementação das tecnologias de IIoT? e como tem sido a sua jornada digital. No Brasil, o mercado de internet industrial das coisas (IIoT, na sigla em inglês) movimentou US$ 1,35 bilhão em 2016, sendo que a indústria automotiva e manufatura foram as mais relevantes, de acordo com estudo da Frost & Sullivan. Com grande potencial de transformação, especialistas estimam que este mercado movimentará cerca de US$ 15 trilhões nos próximos 15 anos.
Congresso de Inovação Tecnológica
A capacitação dos profissionais tem espaço garantido na Interplast 2018 por meio do Cintec Plásticos - Congresso de Inovação Tecnológica. Serão 12 palestras e seis minicursos para debater inovações, tecnologias e tendências para a manufatura avançada. O CEO da Tigre, Otto von Sothen, é o palestrante convidado para a abertura do Cintec nesta terça-feira, às 19h. O executivo detalha os ?Desafios e oportunidades do mercado brasileiro mundial?.
Workshops gratuitos
A Interplast traz uma novidade para esta edição da feira com a realização de workshops gratuitos, promovidos pelos expositores, com foco nas tendências, tecnologias e inovações em produtos e serviços para o segmento. As palestras acontecem hoje e amanhã.
Rodada de negócios
Uma prática crescente nas feiras organizadas pela Messe Brasil é a realização da Rodada de Negócios, na qual compradores e vendedores sentam à mesa para negociações com preços e financiamento facilitado, ampliando as oportunidades de consolidar negócios e parcerias durante o evento. Na Rodada da Interplast e EuroMold estão confirmados os seguintes compradores: Comil (PR), Fremax (SC), Mascarello (PR), Klabin (SC), Irizar (SP), Lev Plásticos (MG), Docol (SC), Intelbras (SC), Volvo (PR), Franke (SC), Busscar (SC), Krona (SC), Termotécnica (SC), Uniplast (SC), Víqua (SC) e Blukit (SC). São aguardados 40 fornecedores, que devem possibilitar mais de 500 agendas de reuniões de negócios.
Energia
A conta de luz dos catarinenses vai ficar 13,86% mais cara a partir do dia 22 deste mês. O percentual de reajuste foi confirmado ontem pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Pesaram no aumento as altas com encargos setoriais e a pouca chuva que caiu nos últimos meses, o que encareceu a geração de energia.
?Leia outras publicações de Loetz?


Portal Fator Brasil (Revista Fator)

14/08/2018 07:18:00

Firjan leva empresas fluminenses para a Interplast
A Firjan promove nesta semana a Missão Nacional do Plástico, retornando com nove empresas fluminenses do setor à Interplast, que começa no dia 14 de agosto (terça-feira) em Joinville (SC). Além de conhecer as novidades do mercado, os empresários terão oportunidades de participar de encontro de negócios na feira.
Em parceria com o Simperj (Sindicato da Indústria de Material Plástico do Estado do Rio de Janeiro), a missão técnica visitará as indústrias catarinenses Tigre, Termotécnica e Cristal Master, além do Instituto SENAI de Inovação em Sistemas de Manufatura, também em Joinville. Integram a comitiva fluminense, as empresas Bauen, Nova A3, Artmed, MMS, UF Embalagens, Zarzur, Wer, Plastlab e FL Produtos.
?A missão nacional é uma oportunidade para os empresários do Rio conhecerem as tendências e as novidades do mercado do Plástico, além de inovações promovidas pelas empresas do setor em outros estados. Participar da Interplast também é muito importante, pois é um momento de network e promoção de negócios?, destaca Elaine Silva, especialista em Desenvolvimento Setorial da Firjan.